Como ter sucesso no próximo exame de certificação de TI?

A aceleração da transformação digital dos negócios, o ritmo de adoção de novas tecnologias e a crescente complexidade dos sistemas de informação, tem tornado cada mais difícil encontrar e avaliar potenciais colaboradores. É aqui que as certificações técnicas dão uma valiosa ajuda no processo de recrutamento de profissionais de TI. Sabias que os recrutadores portugueses as identificam como o segundo critério* mais importante na avaliação de potenciais candidatos?

Se estás a pensar em dar mais um passo na tua evolução profissional por meio da certificação técnica, deixamos-te aqui algumas boas práticas para que tenhas sucesso no teu próximo exame de certificação de TI, e por forma a minimizar a ansiedade que este momento pode originar.

1. Primeiro que tudo: conhecer o exame a que te vais candidatar

Conhecer o desafio que tens pela frente, irá aumentar a tua confiança. Habitualmente, cada exame tem um guia e um site oficial, por isso, estes serão os dois recursos a considerar primeiramente.

O site oficial vai ajudar-te a encontrar informações essenciais sobre a certificação e o exame. Geralmente, aqui encontras também links para informações mais detalhadas como a listagem de parceiros de formação oficiais onde te podes preparar para aquele exame, algumas questões de exame de amostra, como é que a certificação em questão se encaixa num caminho de certificação geral, fóruns oficiais e ainda o guia de exame.

O guia de exame deve ser a tua principal fonte de informação, uma vez que contém detalhes essenciais, tais como qual o público-alvo daquele exame, quais os pré-requisitos a ter em conta, número e tipo de perguntas que irão constar no exame, o tempo atribuído para o exame e quais os critérios de aprovação.

2. Planear o estudo

“Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”, já nos ensinava Lewis Carroll, sobre a importância de termos um planeamento eficiente. De facto, se a nossa energia e esforços não forem direcionados corretamente, mais dificilmente iremos conseguir manter o foco e alcançar o nosso objetivo.

Criar um plano de estudo, que se adapte às nossas necessidades pode ser bastante útil, mesmo que se trate de uma simples “lista de afazeres”. Seja ele um plano pouco ou muito elaborado, será importante ter em consideração:

  • A altura em que pretendes realizar o exame. Algumas certificações têm datas de exames específicos que só acontecem algumas vezes ao longo do ano, outras podem ser agendadas em questão de dias.
  • O tempo que podes despender para estudar até ao exame. É importante garantir que podes dedicar o tempo suficiente para conseguires abranger todos os tópicos do exame e rever a matéria ou realizar simulações de exames.
  • Os materiais de estudo que tens à tua disposição. Livros, simuladores de exames, formação de preparação, são materiais que irão garantir uma visão mais completa dos tópicos do exame.
3. Fazer uma formação de preparação para exame

A maior parte dos exames têm uma formação de preparação associada, em alguns dos quais esta é considerada obrigatória para que te possas candidatar a esse exame.

Em casos em que a formação não é um pré-requisito, é, no entanto, importante ter em consideração que a aprovação ao exame exige um conhecimento profundo de diferentes tópicos, até mesmo para certificações de nível de entrada. Mesmo que consideres que já tens conhecimentos gerais sobre determinada área, esses conhecimentos podem não se aplicar ou serem suficientes, dado que a visão da entidade de certificação pode ser diferente sobre as tarefas que os profissionais devem fazer no terreno.

Ao apostares numa formação de preparação para exame terás a hipótese de tirares dúvidas com um formador experiente e com conhecimentos sólidos e reais sobre a certificação em questão. É a oportunidade ideal para esclareceres todas as tuas dúvidas, praticares, e para partilhar experiências e estratégias. Tudo isto irá resultar numa maior taxa de sucesso em qualquer exame de certificação.

4. Praticar com simuladores

“A prática leva à perfeição”, por isso os simuladores de exames são uma ótima oportunidade para praticares e testares os teus conhecimentos, dado que aqui vais encontrar um conjunto de questões orientadas para o exame a que te estás a candidatar.

Com estes simuladores não vais apenas perceber se já tens os conhecimentos necessários sobre a matéria, mas vais também poder familiarizar-te com o exame real e perceber como é que as perguntas estão estruturadas.

Usualmente, os simuladores de exames apresentam-te não só a resposta certa, como também explicam o porquê de aquela ser a resposta correta e até mesmo o porquê das outras opções estarem incorretas. Toda esta informação é um excelente complemento à formação de preparação para exame. Além disso, alguns exames de certificação podem ter mais de 100 perguntas e demorar até mais de cinco horas, pelo que o simulador irá testar não só os teus conhecimentos, mas também melhorar a tua capacidade de resistência, atenção e de concentração.

5. Procurar por fóruns online

Para além dos fóruns oficiais da entidade de certificação, “nome da certificação + fórum” digitado num qualquer motor de busca é o que basta para encontrares a comunidade que procuras. Os fóruns online vão permitir-te conhecer a experiência de outras pessoas que já fizeram o exame a que te estás a candidatar, partilhar dúvidas, receber dicas e perceber estratégias.

6. Ready, set, go…

Estamos prontos para o exame? Valida novamente o guia de exame para te certificares de que tens toda a documentação necessária para o exame.

Certifica-te também de que tens a morada e o número de telefone do Centro de Exames para que consigas evitar problemas no dia. Os candidatos não podem ser admitidos se chegarem atrasados, por isso, pode valer a pena calculares a melhor rota para lá chegares, caso vás de transportes públicos ou por veículo próprio. Seja qual for o meio de transporte, sai de casa com bastante antecedência, pois o tempo entre a tua chegada e a hora de exame pode ser muito útil para que consigas relaxar e concentrar-te para o momento.

7. Durante o exame de certificação

Começou o exame. Lê a introdução da plataforma com muita atenção, pois esta contém informações valiosas sobre a utilização da mesma.

Tem em consideração o tempo total de exame e o número de questões que tens para responder. Para que não percas a noção do tempo, poderá ser útil calcular o tempo que irás precisar de dedicar em cada questão. Considera ainda que algumas questões, por serem mais extensas, irão exigir-te mais tempo de resposta.

Para te certificares que entendes corretamente o que te está a ser pedido no enunciado, dedica tempo e bastante atenção a cada pergunta e às respetivas opções de resposta. E cuidado com aqueles termos que podem alterar completamente o sentido de uma frase, e constituir assim uma armadilha, termos como “muito”, “menos”, “não”, “todos”, “nunca”, “sempre”.

Quanto às opções de resposta que tens a certeza de que estão erradas, exclui-as desde logo, pois irá facilitar a tua análise sobre as restantes e, consequentemente, aumentar a tua hipótese de acertar.

Caso esteja disponível na plataforma do teu exame, se estiveres com dúvidas quanto à resposta correta, marca a questão para posterior revisão: “mark for review”, e segue para a próxima. No final, irás voltar a estas questões marcadas e poderás terminar de respondê-las ou corrigi-las. Se ainda não tiveres a certeza da resposta, lembra-te: mais vale responder alguma coisa do que deixar em branco!

8. E depois do exame estar feito…

Terminaste o exame. Dependendo da entidade de certificação, a tua nota pode ser calculada automaticamente ou pode demorar alguns dias até, pacientemente, conheceres os resultados.

No final, é importante entender que, mesmo que não tenhas sucesso na tua primeira tentativa de exame, já ganhaste novos conhecimentos e já sabes como se processa um exame de certificação, por isso, numa nova tentativa já estarás muito mais bem preparado.

Se, como planeado, tiveste sucesso logo na primeira tentativa: Muitos Parabéns! Agora é altura de validar se há mais alguma etapa a considerar antes de receberes a tua certificação, por exemplo, algumas entidades de certificação podem exigir que os candidatos submetam um formulário de inscrição ou sejam endossados, geralmente por outro profissional certificado.

Não te esqueças de partilhar a tua experiência, pois a tua história pode ajudar outros candidatos! 😉

 

 

* Estudo Rumos 2021 “Certificação em TI: Sim ou Não? A Realidade Portuguesa”