Formação e Certificação com o novo Red Hat Enterprise Linux 8

Com o lançamento do novo Red Hat Enterprise Linux 8, chegam também mudanças na formação e certificação Red Hat

Com a evolução da indústria e a adopção cada vez mais generalizada e rápida de novas tecnologias, a necessidade premente de colocar estas tecnologias a funcionar em conjunto está a originar um número crescente de infraestruturas em Cloud híbridas. O Red Hat Enterprise Linux 8 apresenta-se como o sistema operativo inteligente que fornece às organizações uma base estável, consistente e segura para as suas implementações de Cloud híbridas, disponibilizando as ferramentas para a rápida entrega de aplicações e resolução de cargas de trabalho, com menos esforço.

Formação com ênfase na Automação

A automação é cada vez mais importante para as organizações, pois o que hoje se exige aos sistemas de TI ultrapassa os limites do que pode ser alcançado sem uma estratégia de automação sólida. A par disso, os containers são o novo paradigma de implementação de aplicações empresariais. Com a crescente importância destes skills para administradores de Sistemas Linux, a Red Hat está a alinhar o programa de formação e certificação Red Hat Certified Engineer para apoiar indivíduos e organizações a melhorar as suas competências e a acompanhar as mudanças no sector.

O que mudou?

Atualmente um Red Hat Certified Engineer (RHCE) é um Red Hat Certified System Administrator (RHCSA) que adquiriu competências e conhecimentos adicionais em serviços de data center. No novo programa de certificação, o RHCE ficará preparado para automatizar tarefas de administração de Sistemas Linux com Red Hat Ansible.

Para tal foi lançado o novo curso Red Hat System Administration III: Linux Automation (RH294), e respectivo exame (EX294)O curso foi projetado para administradores e programadores de sistemas Linux e ensina-os a automatizar tarefas de administração de sistemas Linux, como  aprovisionamento, configuração, implementação e funcionamento de aplicativos, com Ansible.

O que não mudou?

Não houve uma completa renovação do programa de formação e certificação: Como anteriormente, para obterem a certificação RHCE, os candidatos terão ser Red Hat Certified System Administrators (RHCSA) e passar no exame RHCE. Compare as duas versões, neste infográfico.

O exame RHCE baseado em Red Hat Enterprise Linux 7 (EX300) estará ainda disponível até abril de 2020, permitindo, a quem já iniciou o seu caminho de certificação, completá-lo nesta versão se assim o preferir.

Investimento na formação e certificação Red Hat tem benefícios diretos na competitividade e produtividade das organizações

O estudo da IDC conduzido para explorar o valor da certificação Red Hat, concluiu que este não só tem um impacto generalizado nas várias equipas de TI (administração de SI, operações e também no desenvolvimento), mas também na capacidade das organizações em responderem aos requisitos do negócio.

Quando comparados os resultados de equipas sem formação Red Hat e equipas certificadas Red Hat, os resultados advogam a necessidade do investimento em formação:

  • Administração de servidor 36% mais eficiente
  • Helpdesk 61% mais eficiente
  • decréscimo de 67% do tempo de inatividade não programada dos sistemas
  • 88% mais máquinas virtuais e 49% mais servidores físicos por colaborador;
  • 142% de aumento do número novas funcionalidades entregues por ano aos utilizadores;
  • 34% de redução no ciclo de desenvolvimento;
  • Novos colaboradores certificados atingem produtividade total 38% mais depressa;
  • Colaboradores certificados mantêm-se na empresa 15% mais tempo.

 

Como parceira de formação oficial Red Hat, a Rumos disponibiliza a formação e certificação oficial segundo os critérios e exigências da marca. Conheça toda a formação Red Hat aqui.